The NEW office

Para os usuários do Twitter eu não tinha como não recomendar um vídeo. Quem nunca entrou em sua página e se complicou na hora de usar os apenas 140 caracteres.

É muito bom, mas falado em inglês:

Zé Mayer Facts

Depois da Xuxa e do Bruno Gagliasso o sucesso atual do Twitter são os "Zé Mayer Facts". Pelamordedeus. Todo mundo já está cansado dele fazendo o mesmo papel nas novelas idênticas do Manoel Carlos. Ou será que não?


Seguem aqui algumas das melhores tiradas dos Zé Mayer Facts:

Não existiam buracos negros até a primeira viagem espacial de Zé Mayer.

Novela pra Zé Mayer é micareta!

Zé Mayer é o tronco de qualquer árvore genealógica.

O Zé Mayer é tão macho que a Ana Carolina disse "ok, eu abro uma exceção!"

A Natureza virou mãe depois de um encontro casual com o Zé Mayer.

O dia que Zé Mayer precisar da pílula azul, vao ter que esconder o Blue Man Group

Zé Mayer uma vez espirrou em um auditorio lotado...foram registrados 42 orgasmos...

Zé Mayer engravidou uma atendente de telemarketing pelo telefone.

A verdade que ninguém sabia: Zé Mayer é pai do Chuck Norris!

Zé Mayer foi banido do twitter. Ninguém ficava tranquilo depois de ler "Zé Mayer is following you"

Zé Mayer só vai ter Twitter quando a proposta mudar de "What are you doing?" para "Who are you doing"

Se Zé Mayer fosse um personagem de vídeo-game seria o Pac Man

Don Juan se deitou com 1000 mulheres. Zé Mayer que passou o telefone delas.

continuação

Claro que trocando a minha folga para segunda-feira ia chover...

Sexta-feira

Sexta-feira. Estava chovendo.
Uma menina no meu trabalho perguntou se eu poderia trocar a folga do final de semana com ela. Eu trabalharia para ela esse final de semana e ela para mim no próximo. Aceitei para ela poder pegar um freela.
Abriu o Sol. A previsão é de muita praia esse final de semana... Algo me diz que o tempo vai fechar semana que vem...

Saga em busca de uma faxineira PARTE 1 - A Rutinha é boazinha. A Raquel é malvada.

Faxineira tem que ser uma profissional de confiança, não é mesmo? Troca o nosso lençol e mexe no nosso armário... tem que ser indicada por alguém também de confiança. Pois eu estava numa luta incessante em busca de uma boa profissional. Peguei diversas recomendações, indicações de amigos, indicações das indicações...

Como só preciso de faxina no meu apartamento 2 vezes por mês, pode-se dizer que fiquei meses na busca. A cada 2 semanas testando uma pessoa diferente. Sempre havia algum pecado. E eu não chamo a atenção. No início do trabalho a digo o que deve fazer e só. Se não corresponde ao que desejo simplesmente não a chamo mais para trabalhar. Ora a moça testada ia embora sem lavar a louça, ora sem empurrar os móveis para limpar...

Teve uma que foi o cúmulo; Foi indicada por ser irmã de outra que foi uma vez e foi boa, mas estava em "estado interessante" avançado demais. Carregava no ventre o quarto filho aos 27 anos. "Mas logo que nascer eu ligo [as trompas] pra não ter mais", me garantiu. Chamei a irmã dela então. Logo que chegou me assustei. Totalmente patricinha, o oposto da irmã.

Dei a ela as instruções de sempre. Ao terminar de falar ela perguntou se poderia fumar. Já não era um bom sinal. Pedi que ela fumasse perto da janela e vim para o meu computador trabalhar. Uma vez ou outra eu passava pela sala e lá estava ela fumando na janela e querendo puxar assunto.

A irmã dela havia ficado na minha casa até 9 da noite e ainda voltou no dia seguinte porque quis já que não tinha conseguido terminar todo o serviço - que fez bem devagar até mesmo pelo estado avançado de gravidez. A irmã patricinha, no entanto, antes do meio-dia disse que tinha terminado o trabalho. Inconformado dei um bom bocado de roupas para ela passar e voltei ao meu trabalho. Alguns minutos depois, quando fui dar mais uma incerta na sala, vi que ela pegou meu borrifador de água para as plantinhas que tenho em casa e trato com o maior cuidado (isso já é assunto para outro post) e encheu de amaciante para borrifar nas roupas e passar melhor o ferro.

Eu disse "!!!". Ela argumentou "???" Aí eu respondi "..." e deixei ela terminar o trabalho. Quando me disse mais uma vez que não tinha nada para fazer eu fui com ela até o banco, tirei o dinheiro que havíamos combinado, paguei a moça e tomei meu rumo. Não sem antes concordar em pegar o número dela. "Pega o meu celular pra se quiser falar direto comigo. A gente não precisa mais da minha irmã de intermediária..." Ela, patricinha como só, não sei se voltou para São Gonçalo, já que estava se sentindo super em casa em Ipanema.

Voltei para a minha casa e percebi uma coisa. Ela só terminou o trabalho antes de meio-dia porque o trabalho pra ela foi só varrer a casa. O copo que ela usou ficou sujo na pia, a garrafa d'água vazia e os móveis empoeirados porque ela só limpou o que ficava mais evidente. Naquele momento me convenci a continuar minha peregrinação em busca de alguém de confiança. Cheguei na janela para ver minhas plantinhas, que sempre me ouvem sem reclamar e qual não foi minha surpresa? Ao lado das plantas havia entre 12 e 15 guimbas de cigarro envoltas em muita cinza no meu parapeito.

Em primeira mão

Cuca é o novo técnico do Flu. Agora vai (Pra onde é que é a questão...)